Inquisitor – «Stigmata Me, I’m in Misery»

Os primeiros segundos de “I am sick, I must die” faz-nos sentir calafrios e, apesar do aviso em “Castigate into devine apostle” não estamos preparados para o que aí vem. Isto porque os Inquisitor, fiéis a si próprios, apresentam um disco brutalmente grandioso. Seja pela dificuldade em rotular a banda, seja pela audácia da banda em misturar todas as influências num caldeirão cáustico e dissolvente. Podemos dividir este «Stigmata Me, I’m in Misery» em duas partes bem distintas, sendo que, em nenhumas delas a banda reduz os índices de intensidade e brutalidade. Um especial destaque para as guitarras de Erik Sprooten, de tão poderosas correm o risco de nos fazer sangrar as orelhas. Frio quanto baste, gélido como nunca, este é um disco que traz uns Inquisitor no topo da sua forma, seja em que género for, estes senhores são capazes de nos trucidar a alma. Talvez seja fruto de uma longa espera, porém este é um disco que volta a colocar os Inquisitor nas bocas do mundo. Um disco imperdível.

(Hammerheart Records)

[8.5/10] Nuno Lopes

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*