ZEVIOUS – «Lowlands»

É fascinante descobrir o muito que se consegue fazer com o essencial dos instrumentos rock – guitarra, baixo e bateria – e os Zevious são um belo exemplo desse tipo de criatividade espartana. «Lowlands» é o quarto registo deste trio Nova-Iorquino, constituído pelo baterista Jeff Eber (dos Dysrhythmia), o baixista Johnny DeBlase (Sabbath Assembly) e o guitarrista Jeff Eber (Smother Party), que se estreou em 2008 com o acústico e intensamente jazzy «Zevious» (2008), mas que, desde essa altura, tem vindo a evoluir numa direcção mais híbrida com elementos progressivos e uma sonoridade mais Metal, mantendo-se sempre fiel ao formato 100% instrumental. Bem mais rombudo que o disco anterior, «Passing through the wall» (2013), este novo trabalho é pródigo em intrincadas malhas dissonantes, sustentadas por um baixo encorpado, bem pesado, e uma bateria sempre muito criativa. É aliás o dinamismo desenfreado da bateria de Eber que assume por vezes o protagonismo, como acontece de forma mais notória no tema de abertura, “Tube lord”,  em “Slow reach” e no proggy “Smear campaign”. O fraseado de guitarra é frequentemente abstracto, hipnótico e por vezes mesmo anacrónico (“Sensor recall”), exigindo umas poucas de audições atentas para se tornar confortável no ouvido. Há também lugar para algum psicadelismo, como é evidente em “Slaves of rotor” e “Null island”. Com uma sonoridade crua e pouco produzida «Lowlands» é – já deu para ver – um trabalho de música desafiante, longe do convencional, que se recomenda apenas a quem gosta de abandonar, de vez em quando, a zona de conforto.

(Nefarious Industries)

[8.5/10] Ernesto Martins

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*