Soyuz Bear – «Black Phlegm»

 

Houve um período no qual a França era, na Europa, uma espécie de “parente pobre” no que ao metal e seus subgéneros dizia respeito. Desde os anos 80 e 90 do passado século que nos habituámos, regra geral, a que as grandes bandas do estilo viessem de Inglaterra, da Alemanha, dos países nórdicos. A França, pese a sua importância cultural no continente europeu, estava numa espécie de Europa a duas velocidades, e a velocidade francesa era inconfundivelmente lenta. Esta situação, porém, começou a mudar há alguns anos e hoje o país tem um conjunto bastante respeitável de colectivos com qualidade indiscutível em praticamente todo o espectro do som mais pesado, mas sobretudo, há que dizê-lo, no black metal. Ora, é precisamente do país de Voltaire que nos chegam os Soyuz Bear, apresentando um sludge doom cantado (ou melhor, urrado) em inglês. «Black Phlegm» é o disco de estreia e, longe de ser notável, é pelo menos merecedor de atenção. Composto por seis temas de onde sobressaem “Human Vanity”, “Scrub” e “Swollen”, estes franceses é certo que não vêm reinventar a roda, mas não se saem mal. Talvez uma produção mais “cheia” pudesse ajudar o todo, além de se notar que os riffs tendem a não sair do básico; de qualquer forma, se o escarro dos Soyuz Bear é negro (pá, uma banda que intitula o seu disco de «Black Phlegm» está a pedir destas palavras!) não é por isso que deixa de ser interessante.

(Zanjeer Zani Productions)

[7/10] Helder Mendes

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*